English French German Italian Spain

 


[Recomendamos atualizar esta página utilizando o comando F5]


 

 

Rússia considerará qualquer míssil lançado contra seu território como arma nuclear e vai retaliar

 

As Forças Armadas da Rússia advertiram em um artigo publicado nesta sexta-feira (7) que considerarão qualquer míssil lançado em direção ao seu território como um ataque nuclear digno de retaliação atômica.

O aviso severo foi publicado no diário militar oficial Krasnaya Zvezda e é dirigido aos Estados Unidos, que estão desenvolvendo armas convencionais de longo alcance.

A Rússia lançou recentemente sua política de dissuasão nuclear em junho, que prevê o uso de armas atômicas em resposta ao que poderia ser um ataque convencional à sua infraestrutura crítica do governo e militar.

O artigo do Krasnaya Zvezda, assinado pelo major general Andrei Sterlin e pelo coronel Alexander Khryapin, observa que não haverá maneira de determinar se um míssil balístico está armado com uma ogiva nuclear ou convencional e, portanto, irá considerá-lo um ataque nuclear.

"Qualquer míssil agressor será considerado portador de uma ogiva nuclear", afirmam os militares no artigo. "A informação sobre o lançamento do míssil será automaticamente transmitida à liderança político-militar russa, que determinará a magnitude da retaliação com as forças nucleares de acordo com a evolução da situação".

O argumento reflete o antigo temor russo de que Washington possa ter armas capazes de destruir instalações militares e governamentais cruciais sem recorrer a armas atômicas.

A nova política de dissuasão nuclear, em consonância com a doutrina militar russa, reafirma que o país pode usar armas nucleares em resposta a um ataque nuclear ou agressão com armas convencionais que "ameace a própria existência do Estado".

COMENTÁRIO: Através de notícias como esta, vemos como é frágil e tênue a paz aaprente entre as nações. Estamos bem próximos de entrar nas dores de parto proféticas:

"Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão" [1 Tessalonicenses 5:3]

FONTE: Sputnik

 

 

 



 

Saiba que o Altíssimo está no controle de tudo e de todos. Mesmo nos momentos mais difíceis, Ele estará conosco. A nossa salvação em Cristo é eterna. Nele, somos novas criaturas. Ele já venceu a morte. Ele é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na tribulação. Se você leu este artigo e ainda não tem a certeza da salvação eterna em Jesus, faça agora mesmo um compromisso com Ele! Convide-o para entrar em seu coração e mostrar-lhe a verdade que liberta. Veja porque você precisa ser regenerado e justificado, para viver a boa, perfeita e agradável vontade eterna do Criador e estar firme Nele diante de qualquer circunstância. Clique AQUI.

 

 

 


© Copyright Projeto Ômega – Todos os direitos reservados