English French German Italian Spain

 


Recomendamos atualizar constantemente esta página


 

G20 promove passaporte global de vacinas padronizado pela OMS e esquema de identidade de "saúde digital"

 

Os líderes do Grupo dos 20 (G20) emitiram uma declaração conjunta promovendo um padrão global de comprovação de vacinação para viagens internacionais e pedindo o estabelecimento de "redes digitais globais de saúde", que se baseiem nos esquemas de passaporte digital de vacina COVID-19 existentes.

A declaração conjunta seguiu a conclusão da cúpula do G20 realizada em Bali, na Indonésia, onde os líderes discutiram os desafios globais e as políticas de coordenação em resposta, inclusive a futuras pandemias.

“Reconhecemos a importância de padrões técnicos compartilhados e métodos de verificação, sob a estrutura do RSI (2005), para facilitar viagens internacionais sem interrupções, interoperabilidade e reconhecer soluções digitais e não digitais, incluindo comprovante de vacinação”, diz a declaração conjunta do G20.

O Regulamento Sanitário Internacional (2005) é um instrumento de direito internacional desenvolvido sob os auspícios da Organização Mundial da Saúde (OMS) que estabelece uma estrutura global para responder à propagação internacional de doenças.

O padrão apoiado pela OMS, que entrou em vigor em 2007, exigia que os países fortalecessem as capacidades de vigilância nas passagens de fronteira e introduziu uma série de documentos de saúde, incluindo certificados internacionais de vacinação.

Além de reconhecer a utilidade da estrutura do RSI, os líderes do G20 disseram que apoiam o "diálogo internacional e a colaboração no estabelecimento de redes globais confiáveis de saúde digital como parte dos esforços para fortalecer a prevenção e a resposta a futuras pandemias".

Eles acrescentaram que essas redes digitais globais de saúde devem "capitalizar e aproveitar o sucesso dos padrões existentes e certificados digitais para a COVID-1".

Os passaportes de vacina da COVID-19 – e várias outras formas de esquemas de identidade digital –foram criticados como uma invasão de privacidade e como tendo o potencial de permitir que governos e corporações coagissem o comportamento humano, por exemplo, negando acesso a infraestrutura ou serviços.

A declaração conjunta segue as recomendações do Ministro da Saúde da Indonésia, Budi Gunadi Sadikin, feitas durante um painel Business 20 (B20), realizado antes da cúpula do G20.

"Vamos ter um certificado de saúde digital reconhecido pela OMS – se você foi vacinado ou testado adequadamente – então você pode se movimentar", disse ele durante um painel em 14 de novembro.

Sadikin acrescentou que o benefício de um passaporte global de vacina padronizado pela OMS seria para facilitar as viagens internacionais.

COMENTÁRIO: Continua a progressiva implantação do sistema mundial de controle que a abrirá as portas para o governo do anticristo [Apocalipse 13:16-18]

FONTE

 


 

 

Saiba que o Altíssimo está no controle de tudo e de todos. Mesmo nos momentos mais difíceis, Ele estará conosco. A nossa salvação em Cristo é eterna. Nele, somos novas criaturas. Ele já venceu a morte. Ele é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na tribulação. Se você leu este artigo e ainda não tem a certeza da salvação eterna em Jesus, faça agora mesmo um compromisso com Ele! Convide-o para entrar em seu coração e mostrar-lhe a verdade que liberta. Veja porque você precisa ser regenerado e justificado, para viver a boa, perfeita e agradável vontade eterna do Criador e estar firme Nele diante de qualquer circunstância. Clique AQUI.

 

 

 


© Copyright Projeto Ômega – Todos os direitos reservados