English French German Italian Spain

 

    

             

 

DUAS FACES DA MESMA MOEDA

 

 

 

Estamos vivendo o tempo de uma polarização política profunda. Diante dessa realidade, que postura adotar? O Altíssimo concede liberdade para que cada um escolha seu caminho, mas cada escolha certamente traz consequências.

Neste artigo, vamos tentar expressar qual é o nosso entendimento sobre o que está ocorrendo não apenas no Brasil, mas em outras nações.

A primeira questão que surge é sobre o papel do cristão no contexto político e social. Já escrevemos no site alguns artigos abordando essa temática. Mas, as dúvidas e perguntas sempre surgem.

Lutar e trabalhar para melhorar a vida dos semelhantes e da sociedade como um todo? Sim! Faz parte da vida cristã. É mandamento do Mestre amar ao próximo como a nós mesmos. Quem tem esse tipo de amor, tentará fazer a diferença para o bem do próximo.

Tomar parte de forma apaixonada e obsessiva de determinada corrente política? Não! Esse é não é o nosso alvo. Muito menos, assumir posições extremistas, sejam de que ideologias forem, pois certamente elas irão afetar não apenas o espírito, mas a própria mente, podendo levar a pessoa a uma postura doentia... A sobriedade faz parte da vida cristã:

"Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo" [1 Pedro 1:13]

Até mesmo quando olhamos a realidade mundial de forma pragmática, observamos que as nações socialmente mais desenvolvidas, onde os habitantes têm mais qualidade de vida, são aquelas em que há consciência social e educação da população, além de projetos de governo baseados mais em ideias coletivas ou partidárias, e menos em projetos pessoais de poder ou em figuras políticas populistas.

Ao mesmo tempo, são processos políticos totalmente afastados de extremismos de direita ou esquerda, onde os cidadãos têm liberdade, mas, ao mesmo tempo, as instituições são respeitadas. A moderação, até mesmo quando aplicada ao processo político de uma nação, leva a uma maior estabilidade e progresso.

Porém, tudo isso deve ser relativizado, cremos, diante da absoluta realidade do plano do Altíssimo sobre Sua criação. Quando olhamos as ideologias políticas humanas sob o prisma dos princípios divinos, vemos que todas elas fazem parte da mesma moeda.

Direita e esquerda são lados de uma mesma moeda humana, incapaz de pagar plenamente o preço dos problemas do mundo e do pecado humano. Incapaz de comprar soluções verdadeiras e permanentes. Quando uma moeda do Império Romano com a efígie de César foi mostrada a Jesus, Ele disse:

"Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus" [Mateus 22:21]

Devemos dar nosso tempo, nossa paixão, nossa energia a uma determinada corrente política ou a determinado líder humano?

Qual foi a postura de Cristo diante do regime autoritário e ditatorial romano e diante dos movimentos populares libertários judeus que lutavam contra esse regime?

Acaso o Mestre tomou parte de um deles, ainda que de forma intelectual? Vemos Jesus defendendo acaloradamente esta ou aquela corrente política? Ou Ele apontava todo o tempo para outro tipo de reino?

Sabemos, através das Escrituras, que Deus pode levantar, de acordo com Sua soberania, determinados homens para cumprirem objetivos quando estiverem no poder político. Mas, são raríssimos casos. Em milhares de anos, podemos contar com os dedos das mãos. Não podemos cair na armadilha de crer em figuras messiânicas que se levantam no cenário político, nem devemos espiritualizar essas figuras.

Muitos serão enganados pelo anticristo precisamente por isso. Porque deixarão de lado a espera pela vinda do Senhor, estarão desatentos aos sinais e cairão na ilusão da figura messiânica da besta e seu discurso enganoso. O anticristo será também um político...

Que não sejamos enganados. Lamentavelmente, milhões de cristãos são sistematicamente manipulados em todas as eleições, influenciados por informações distorcidas e levados a um nível de alienação que é precisamente o que o inimigo deseja, pois quanto mais envolvido mentalmente o cristão estiver nas disputas ideológicas e políticas, mais inserido ele estará no sistema e menos ele perceberá os sinais da proximidade do governo perfeito de Jesus sobre toda a terra.

"Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

Eis que eu vo-lo tenho predito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.

Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem" [Mateus 24:23-27]


Em Cristo,

Jesiel Rodrigues




 

Saiba que o Altíssimo está no controle de tudo e de todos. Mesmo nos momentos mais difíceis, Ele estará conosco. A nossa salvação em Cristo é eterna. Nele, somos novas criaturas. Ele já venceu a morte. Ele é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na tribulação. Se você leu este artigo e ainda não tem a certeza da salvação eterna em Jesus, faça agora mesmo um compromisso com Ele! Convide-o para entrar em seu coração e mostrar-lhe a verdade que liberta. Veja porque você precisa ser regenerado e justificado, para viver a boa, perfeita e agradável vontade eterna do Criador e estar firme Nele diante de qualquer circunstância. Clique AQUI.

 

 

 


© Copyright Projeto Ômega – Todos os direitos reservados