English French German Italian Spain

 


 

[Recomendamos atualizar esta página utilizando o comando F5]

Compartilhe com outras pessoas

 

09/12/17



Decisão de Donald Trump abre caminho para importantes desdobramentos proféticos

 

A notícia já é mundialmente conhecida e debatida: na quarta-feira, dia 06/12, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que reconhece Jerusalém como capital de Israel e pediu ao Departamento de Estado que inicie o processo de transferir para lá a embaixada americana atualmente instalada em Tel Aviv.

A partir desse anúncio, a tensão aumentou no Oriente Médio e no momento que estamos escrevendo esse artigo está em andamento uma revolta palestina, com manifestações e ataques de foguetes a Israel e a resposta israelense, atingindo território palestino.

A decisão de Trump ocorre precisamente 70 anos depois da resolução da ONU que iniciou o processo de implantação do Estado de Israel.

Sem dúvidas, estamos diante de fatos que têm uma grande relevância profética. Um dos elementos mais noticiados nos últimos dias é a relação entre a decisão de Trump e os conselhos que ele ouviu de parte de segmentos cristãos evangélicos nos EUA.

De fato, exemplificando o que estamos comentando, no dia 07/12, um dia após o anúncio de Trump, o site O Globo, um dos sites de maior repercussão no Brasil, fazendo coro com muitos meios de comunicação em todo o mundo, noticiou: "Evangélicos incentivaram Trump a reconhecer Jerusalém como capital"... Outros meios de comunicação mudaram a palavra "incentivaram" por "pressionaram"...

Sem dúvidas, a decisão de Trump está trazendo e trará importantes desdobramentos proféticos. Mas, neste artigo, gostaríamos de deter-nos em um deles: a futura perseguição à Igreja de Cristo.

Os cristãos conservadores, que há muito tempo vêm sendo atacados na mídia, seja de forma implícita ou explícita, tratados como retrógrados, intolerantes e até extremistas, agora estão sendo relacionados com a decisão de Trump de forma negativa.

A ideia que a imprensa está tentando passar à população mundial é que a crença cristã conservadora ou fundamentalista, é a culpada pela violência no Oriente Médio, por ter influenciado Donald Trump a tomar a decisão de mudar a embaixada dos EUA para Jerusalém. Uma decisão que nos parece acertada, tanto no aspecto bíblico, quanto no contexto legal.

O cenário profético está avançando. As principais lideranças já estão tomando seus lugares dentro desse cenário. Nós, como Igreja, também devemos tomar nosso lugar e preparar-nos para o que virá.

Aquilo que foi profetizado pelo nosso Senhor certamente irá se cumprir: seremos odiados de todas as nações por causa de seu nome [Mateus 24:9]. No governo da besta, a Igreja será mundialmente odiada e perseguida. A partir do dia 6 de dezembro de 2017, mais um fator catalisador para o cumprimento dessa profecia foi estabelecido.

Que tenhamos muito cuidado com os discursos de "paz e segurança". As Escrituras já nos revelam que quando estiverem com esse discurso, sobrevirá repentina destruição e começarão as dores [I Tessalonicenses 5:2-3]

EDIÇÕES ANTERIORES

14/11/17

30/10/17

15/09/17

26/08/17

20/08/17

11/08/17

24/06/17

17/06/17

17/04/17

08/04/17

04/04/17

08/03/17

13/01/17

24/12/16

01/12/16

14/11/16

09/11/16

28/10/16

19/10/16

15/10/16

11/10/16

04/10/16

26/09/16

21/09/16

10/09/16

07/09/16

04/09/16

29/08/16

27/08/16

22/08/16

19/08/16

17/08/16

14/08/16

10/08/16

05/08/16

29/07/16

25/07/16

18/07/16

15/07/16

12/06/16

 

 


 

Saiba que o Altíssimo está no controle de tudo e de todos. Mesmo nos momentos mais difíceis, Ele estará conosco. A nossa salvação em Cristo é eterna. Nele, somos novas criaturas. Ele já venceu a morte. Ele é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na tribulação. Se você leu este artigo e ainda não tem a certeza da salvação eterna em Jesus, faça agora mesmo um compromisso com Ele! Convide-o para entrar em seu coração e mostrar-lhe a verdade que liberta. Veja porque você precisa ser regenerado e justificado, para viver a boa, perfeita e agradável vontade eterna do Criador e estar firme Nele diante de qualquer circunstância. Clique AQUI.

 

 

 


© Copyright Projeto Ômega – Todos os direitos reservados